quinta-feira, 23 de outubro de 2008

correspondência

m.,

o que ficou esta aí. abre os armários que eu tô voltando, nega. sou tua roupa pra você vestir, sou teu cabide pra te pendurar. eu sou o teu melhor vestido pra festa! sou o que resta de nosso amor. nosso amor que era outro e era mais. o que se fez? o que se faz?

c.


c.,

se aos desvãos do teu corpo eu vergar, deito na cama que eu lhe preparei. e espero meu seio em teu peito encostar pra perdoar todos os pecados teus. sim! eu perdôo, eu aceito, eu me entrego. tens em meu ventre teu lar, tua casa, morada, refúgio... mesmo que queiras partir...
ou voltar.

m.

Um comentário:

carolline tinôco disse...

correspondência!

lindo lindo

besos!